Notícias

Com apoio do Governo, Apucarana vai duplicar via estratégica de acesso à cidade

A via é a entrada na cidade para quem vem de Curitiba. O investimento é de R$ 9,9 milhões.

Apucarana deu mais um passo importante para a duplicação da Avenida Minas Gerais, via estratégica que dá acesso à cidade a quem vem de Curitiba. O governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou ao prefeito Junior da Femac a ordem de serviço da obra, que terá investimento de R$ 9,9 milhões, com apoio do Estado. O encontro foi ontem  (28), no Palácio Iguaçu, com a participação do vice-governador Darci Piana e do secretário do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Augustinho Zucchi. 
“Apucarana cresce e esse crescimento tem que ser acompanhado por investimentos. A Avenida Minas Gerais vai ficar bonita, duplicada, iluminada e com ciclovia”, destacou o governador. Ele citou outros investimentos feitos pelo Governo do Estado no município, com destaque em desenvolvimento urbano, saneamento, energia, saúde, educação, habitação e infraestrutura.
A obra de duplicação abrange 2,5 quilômetros do trecho da Rodovia PR-340, que é denominado Avenida Minas Gerais, entre o viaduto do Contorno Sul da BR-376 e a Praça Tibagi, nas imediações do Estádio Municipal Olímpio Barreto. Os recursos para a execução vêm do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM).
Desde 2019, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas R$ 20 milhões foram investidos em Apucarana, sendo R$ 18,4 milhões em pavimentação e recape.
O secretário Zucchi frisou que a localização privilegiada do município torna a obra impactante para todo o Estado. “Apucarana tem uma vocação logística, é um corredor importante para a região Norte. Hoje foi um dia importante com a homologação da licitação para que possa começar essa obra estrutural de grande valor para o município e o Estado”, citou.
“Apucarana é um ponto de encontro do Estado. É um ponto de encontro do Norte, com Londrina, do sul de São Paulo e de todos que vêm das regiões de Paranavaí e Maringá e seguem para Curitiba. E precisamos cada vez mais de condições logísticas para essas vias, como neste acesso à cidade para quem vem de Curitiba”, destacou o prefeito de Apucarana, Junior da Femac. 
Após formalizadas todas as etapas de análises do processo de licitação, pela assessoria jurídica do Paranacidade, vinculado à Sedu, o Governo do Paraná autorizou a pavimentação asfáltica em uma área de 23,2 mil metros quadrados e mais o recapeamento asfáltico de 26,1 mil metros quadrados da PR-340, com acesso entre o km 472,9 e o km 476,1.
SANEPAR – O governador Ratinho Junior lembrou investimentos recentes que impactaram o município, como os da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). “Foram mais de 30 milhões que representam a duplicação da capacidade de reservação de água na cidade, com tecnologia da Alemanha, em um grande investimento nessa área, que é essencial para a população”, citou o governador.
Apucarana é a primeira cidade da região a receber este modelo construtivo. A tecnologia dá forma para reservatórios de 2 milhões de litros de água, previstos para serem entregues ainda em 2022. Além dos reservatórios metálicos nas regiões sudoeste e oeste da cidade, segue em construção na Rua Galdino Gluck Júnior dois reservatórios em concreto armado que, juntos, armazenarão 6 milhões de litros de água. No total, serão 10 milhões de litros a mais no sistema.
Ao todo, desde 2019, foram R$ 59,8 milhões investidos pela Sanepar. São R$ 51,5 milhões na ampliação do sistema de abastecimento de água e R$ 8,34 milhões na ampliação do sistema de esgotamento sanitário.
Central de encaminhamento para leitos hospitalares atende quase 2 mil paranaenses por dia
MAIS OBRAS – Já os investimentos do Governo do Estado em Saúde somaram R$ 22 milhões em obras e equipamentos para o município desde 2019. São duas novas Unidades Básicas de Saúde (Adriano Correia e Jardim Primavera), a ampliação da UBS Jardim Ponta Grossa e reformas em outras três unidades – Jardim Colonial, Afonso Camargo e Núcleo Habitacional Papa João Paulo I.
Também foram destinados mais de R$ 1 milhão em equipamentos para a UTI neonatal e o serviço de radioterapia do Hospital Nossa Senhora das Graças, que vai receber mais R$ 17,4 milhões para reforma. Além de quatro ambulâncias, equipamentos e mobiliário para UBS.
Na Educação, os recursos de R$ 1,5 milhão levaram obras a escolas e outros R$ 2,6 milhões foram usados para aquisição de equipamentos e tecnologia. Mais de R$ 12 milhões foram investidos pela Copel na ampliação e reforço de redes de distribuição de energia. Por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Seab), Apucarana recebeu R$ 2,5 milhões para a pavimentação de estradas rurais com pedras irregulares.
Na habitação, foram 881 famílias atendidas em um investimento que chegou a R$ 5,4 milhões. Destaque para a construção de 520 casas para famílias carentes em parceria com o Governo Federal – R$ 31,7 milhões de investimento, sendo R$ 1,56 milhão do Governo do Paraná; entrega de 103 escrituras para mutuários da Cohapar, sem custo; concessão de R$ 3,87 milhões em subsídios para compra da casa própria a 258 famílias.
Ainda nas estradas e rodovias, o DER, por meio do acordo de leniência da Rodonorte, duplicou mais 28 quilômetros da BR-376 (Rodovia do Café) entre Ponta Grossa e Apucarana. No novo programa de concessões de rodovias do governo federal está prevista a implantação do Contorno Leste de Apucarana, a duplicação do Contorno Norte (PR-170) e a duplicação de mais um trecho da BR-376 (entre Imbaú e Ortigueira).