Notícias

Procon de Maringá faz operação pra apurar aumento irregular de preços nos postos de combustíveis.

O aumento nos combustíveis foi na quarta, mas na terça eles reajustaram o preço

Foto: PMM

O Procon deflagrou, na manhã de sexta-feira (14), operação pra apurar reajustes irregulares no valor dos combustíveis nos postos de Maringá.
A Petrobras aumentou o preço da gasolina, etanol e diesel nesta semana e o reajuste foi repassado no mesmo dia da mudança - o que seria irregular.
Segundo Patrícia Parra, diretora do Procon, em entrevista ao vivo com o nosso repórter Corujão, o município recebeu diversas denúncias, o que motivou o órgão a fazer essa "força-tarefa". Essa é a mesma operação que foi deflagrada no ano passado e gerou ao menos 80 notificações a postos de combustível de todas as regiões de Maringá.
"A ação é de notificação para tentar verificar se houve um aumento sem justa causa. Nós recebemos denúncias desde terça-feira de que os postos já haviam começado a aumentar o preço do cumbustível a partir do anúncio do aumento. O reajuste ocorreria na quarta e eles reajustaram na terça. Isso é um aumento sem justa causa, pelo código do consumidor, previsto no artigo 39 inciso 10", disse a titular do Procon Maringá, Patrícia Parra.
Ela destacou que postos já haviam sido notificados e que todos os postos em Maringá, em um total de 80, serão notificados e deverão apresentar os documentos dessa semana para que o Procon averigue se houve ou não aumento indevido.

O consumidor que foi lesado pode fazer a reclamação no Procon, apresentando notas fiscais e documentos pessoais, para a abertura do processo administrativo. O pedido vai ser de devolução do valor. O Procon irá analisar esse processo o que não significa que o consumidor vá conseguir isso agora. Nossa tentativa é de que os postos não façam mais isso", ponderou a diretora do Procon.

Corujão Noticias